quarta-feira, 22 de julho de 2009

Troca de Treinadores no Brasileirão

Em apenas 12 rodadas do Campeonato Brasileiro, aconteceu uma verdadeira dança das cadeiras entre os técnicos. Muricy Ramalho que estava no São Paulo, foi para o Palmeiras. Luxemburgo saiu o Palmeiras e assinou com o Santos. Fluminense já foi comandado por Parreira, Vinicius Eutrópio e agora é a vez de Renato Gaúcho. Aquele mesmo que foi demitido do Flu ano passado pelos péssimos resultados no Brasileiro.

Temos também o curioso caso entre Waldemar Lemos e Geninho, que simplesmente trocaram de clube. Waldemar saiu do Náutico e foi para o Atlético-PR enquanto Geninho fez o caminho inverso. Eles inclusive se enfrentaram na 3° rodada deste brasileirão, mas ainda jogando em seus ex-clubes.

Fiz uma pesquisa comparando os times e seus técnicos na primeira rodada do
brasileirão e os seus comandantes neste momento. Veja o resultado abaixo:



Sport



1° rodada: Nelsinho Batista
13° rodada: Emerson Leão




Vitória



Da 1° e 13° rodada com Paulo Cesar Carpegiani



Palmeiras


1° rodada: Luxemburgo
13° rodada: Jorginho (Muricy se apresenta segunda-feira)



Internacional


Da 1° à 13° Rodada com Titi



Avaí


Da 1° à 13° Rodada com Silas



Atlético-MG


Da 1° à 13° Rodada com Celso Roth



Corinthians


Da 1° à 13° Rodada com Mano Menezes



Fluminense


1° Rodada: Parreira
13° Rodada: Vinicius Eutrópio (Renato Gaúcho já se apresentou ao Flu)



São Paulo


1° Rodada: Muricy Ramalho
13° Rodada: Ricardo Gomes



Goiás


Da 1° à 13° Rodada com Hélio dos Anjos



Flamengo


Da 1° à 13° Rodada com Cuca



Botafogo


Da 1° à 13° Rodada com Ney Franco



Santos


1° Rodada: Vágner Mancini
13° rodada: Luxemburgo



Grêmio


1° Rodada: Marcelo Rospide
13° rodada: Paulo Autuori



Barueri


Da 1° à 13° Rodada com Estevan Soares



Santo André


Da 1° à 13° Rodada com Sérgio Guedes



Coritiba


Da 1° à 13° Rodada com René Simões



Cruzeiro


Da 1° à 13° Rodada com Adilson Batista



Atlético-PR


1° Rodada: Geninho
13° Rodada: Waldemar Lemos



Náutico


1° Rodada: Waldermar Lemos
13° Rodada: Geninho


Abraços a todos
Jessica Corais

2 comentários:

Puskas 23 de julho de 2009 12:54  

Trocar muitas vezes de treinador não é saudável. Mas é fácil manter o mesmo treinador quando se ganha. Quando se perde há um dilema: dar estabilidade e manter a confiança no treinador ou despedir o treinador?

As direcções têm que avaliar bem se a culpa da crise é do treinador ou se há algo mais. Por vezes mudasse e as coisas ainda pioram.

É fácil culpar o treinador.

Jessica Corais 24 de julho de 2009 22:09  

Concordo. De que adianta manter o treinador se o resultado não acontece, porém muitas vezes é culpa dos próprios atletas que não rendem o esperado em campo.

Abraços, Jessica Corais

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP