terça-feira, 28 de julho de 2009

Bota e Fla vencem; Flu só empata

Avaliações e Detalhes de algumas partidas da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

Botafogo 3 x 2 Internacional




Ao contrário das outras partidas, Leandro Guerreiro, que tem o papel de ser o terceiro zagueiro da equipe botafoguense, saiu mais para o jogo e muitas vezes era o elemento surpresa do Botafogo. Porém, em determinados momentos, Guerreiro era responsável por marcar o D’Alessandro individualmente.

Esta opção de Ney Franco foi muito bem feita, já que o Internacional não jogou com um centroavante. O Inter tinha Taison e Andrezinho na frente, com Bolaños jogando muitas vezes como ponta direita. Esta formação foi efetuada na primeira etapa.

Já no segundo tempo com a entrada de Leandrão, que é um centroavante, Ney optou pela volta de Leandro Guerreiro na função de terceiro zagueiro. Até o Bota se reencontrar novamente na partida demorou um pouco, por este motivo a equipe sofreu 2 gols e acabou sofrendo o empate, porém a estrela de Alessandro brilhou e foi dele o gol da vitória botafoguense.

Resultado final: Botafogo 3 x 2 Internacional


Santos 1 x 2 Flamengo


Andrade não inventou e armou a equipe do Flamengo com o melhor que tinha a sua disposição, mesmo tendo poucas opções. Porém o detalhe da partida só aconteceu na segunda etapa.

Com Cuca, Adriano jogava dentro da área e poucas vezes voltava para buscar jogo no meio campo. Andrade decidiu, na segunda etapa, mudar a posição de Adriano na equipe do Flamengo, e isso foi um dos fatores decisivos para a vitória rubronegra.
Emerson ficou mais dentro da área, enquanto Adriano ajudava a armar as jogadas no meio campo. Tanto que o gol marcado pelo Imperador foi feito fora da área. Esta mudança encadeou na vitória da equipe carioca, de virada, por 2 a 1, sobre o Santos.


Fluminense 1 x 1 Cruzeiro


Renato Gaúcho armou a equipe do Flu praticamente da mesma maneira que enfrentou o Atlético-MG, porém assim como na partida anterior, a equipe tricolor mostrou alguns problemas defensivos e vários problemas ofensivos.

Uma das mudanças foi o esquema, enquanto com Vinicius Eutrópio a formação era 4-4-2, já com Renato Gaúcho, o que predomina é o 3-6-1 variando para o 5-4-1. Rui voltou a ser lateral, Conca e Marquinho eram os responsáveis por armar as jogadas ofensivas e Kieza era o centroavante.

Nesta partida contra o Cruzeiro, mesmo com um jogador a mais, o Fluminense não conseguiu vencer. Isto prova que seu ataque, o pior do campeonato brasileiro com 13 gols marcados, precisa melhorar... E muito.

Abraços a todos
Jessica Corais

1 comentários:

Gremista Fanático 29 de julho de 2009 16:28  

Grande vitoria do Flamengo, e se o Fluminense não abrir o olho vai ser complicado escapar do rebaixamento, beijos.

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP