quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Briatore e a Renault: Mais um escândalo na Fórmula 1

Clique Aqui

Flávio Briatore, Chefe de equipe da Renault

Não é fácil escrever sobre mais um escândalo na Fórmula 1, por isso decidi abordar o tema de um modo diferente. Irei apresentar a você todas as informações possíveis sobre o motivo de Flávio Briatore, Nelsinho Piquet, Alonso e a Renault, estarem sendo investigadas neste escândalo que promete ser um dos mais impressionantes de toda história da Fórmula 1.

Apresentando os Fatos

Na classificação do GP de Cingapura em 2008, Alonso tinha tudo para conseguir uma boa colocação, mas por conta de um problema em seu carro, o espanhol largou apenas em 15º. Logo atrás dele veio Nelsinho Piquet, na 16ª posição.

Já na corrida, os dois pilotos da Renault vinham fazendo uma prova até certo ponto regular e conquistando algumas posições, principalmente Fernando Alonso. Porém de acordo com as informações, o carro dele era o mais leve do grid e por isso iria parar mais cedo que os outros .

Confirmando as expectativas, na volta 13, Alonso faz seu primeiro pit stop antes de todos, e por conta disso, passou a ser o último colocado da prova. Porém, na volta 16, seu companheiro de equipe, Nelsinho Piquet, que estava na 16º colocação, bate no muro e obriga o safety car a entrar na pista. Como o Alonso parou nos boxes antes de todos e pela série de incidentes do restante da corrida, o piloto da Renault acabou assumindo a primeira colocação e por consequência, venceu a prova.

Benefício a Alonso

As investigações dão conta de que tudo isso foi armado pelo chefe de equipe da Renault, Flávio Briatore. Já que esta batida beneficiou seu outro piloto, Fernando Alonso.

A tese indica que com a batida de Nelsinho, seu companheiro de equipe, o espanhol Alonso, voltou a ter reais condições de vencer a corrida. Mas vale lembrar, que tudo isso foi feito no começo da prova e vários outros incidentes aconteceram, como: problema no reabastecimento de Felipe Massa, batida de Raikkonen, etc.

Os escândalos de Briatore

Este não é o primeiro escândalo de Briatore na F-1. Em 1991, o dirigente colocou o até então novato Michael Schumacher no lugar de Roberto Pupo Moreno, sendo que o veterano piloto brasileiro foi sequer avisado desta decisão.

Já em 1994, foi literalmente o ano das falcatruas briatorianas. Ele mandou tirar o filtro das máquinas de sua equipe, o que acelerava o processo, mas o tornava muito inseguro. A maracutaia só foi descoberta, após o incêndio no carro de Jos Verstappen no GP da Alemanha, em Hockenheim, que quase matou o piloto e os mecânicos da equipe.

Além disso, a equipe Benneton foi acusada de usar dispositivos eletrônicos (proibidos) disfarçados em seu carro, como o controle de tração e de largada.


Deixo para que você, possa tirar sua própria conclusão. Como descrito, é um caso bastante complexo e que pode terminar com a carreira de muitas pessoas. Só torço para que os culpados possam ser punidos e que este não vire mais um caso de impunidade na Fórmula 1.

P.S: Nelsinho Piquet não será punido, já que partiu dele a denúncia contra sua ex-equipe. Esta garantia foi dada a ele pela FIA.

Abraços a todos, Jessica Corais


P.S: Com muito orgulho, este post foi citado no Blog Dialética Terrestre, de Anderson Santos. Clique na imagem "Deu Blog" no alto do post para conferir diretamente do blog, ou clique aqui, para vê-la.

13 comentários:

Ron Groo 9 de setembro de 2009 21:41  

Bem Jéssica, que a punição não recaisse sobre o Piquetizinho por conta da delação premiada era esperado.

Que Safatore esperneasse e inventasse algumas histórias também.

O que eu e o resto do mundo quer saber - ou não - é a participação do Alonso nisto tudo.
Não dá pra pensar que ele não sabia.

Obrigado pelo elogio.

Marcelonso 9 de setembro de 2009 21:46  

Jessica,

A prova em Cingapura foi realmente muito estranha,deixou a impressão de trapaça,agora se confirmando.

Chega a ser ridicula a postura de Piquetzinho,aparece com a delação premiada e assim se julga isento.
Ele é tão culpado ou mais que Briatore e Symonds.

abraço

ArgentinaBrasilJuntos 9 de setembro de 2009 23:43  

Oi Jessica!

Briatore, isso não se faz.
Alonso, voce festejou isso?
Acho que os dois são culpáveis.

Abraço!

Sebastián

Gremista Fanático 10 de setembro de 2009 08:23  

Como pode se ver não é uma coisa incomum tratando-se de Briatore, mas eu acho que o Nelsinho Piquet se confirmado que foi mesmo tudo planejado tem que ser punido sim, porque ele executou uma ordem que poderia ter se recusado a fazer mesmo que fosse sofrer penalidades, claro que como ele denunciou pode usar isso como atenuante mas que tem que ser punido tem sim.
Mandou bem de novo Jessica, como sempre, parabens. Grande beijo.


Saudações do Gremista Fanático

Marcelo Suyço 10 de setembro de 2009 10:40  

Jessica, Dos inúmeros títulos de Schumi, 4 são feitos na trapaça, por isso muitas vezes ele é chamado de Dick, O Vigarista, Agora Muita inocência do Nelsinho, participar disso é crime, e acho que ele deva ser punido novamente, a briga com Briatore, coloca em cheque todo um processo, mas mais escandaloso que a ultrapassagem de Schumi sobre Rubinho, e não houve punição tbm...

Anderson Santos 10 de setembro de 2009 14:26  

Assunto complicado par ase inscrever até mesmo porque temos várias informações, e nenhuma se apresentando como oficial. PArabéns pela forma como colocou o assunto e o histórico do Briatore, não conhecia os casos antigos.

Carlos Henrique Pereira 10 de setembro de 2009 14:43  

Acho que Nelsinho, mesmo não sendo punido oficialmente pela FIA, terá seu nome manchado na F1. Acho essa trapaça muito pior do que qualquer outra que já vi dentro da pista, incluindo Rubinho ter deixado Schumacher ultrapassar, Senna, Prost, Mansel e o prórpio Schumacher terem jogado carro em cima do concorrente, etc.

Parabéns pelo Blog e vou te indicar no meu! http://blogcraquesdebola.blogspot.com

Paulo Moreira 10 de setembro de 2009 14:45  

olá Jessica.
Antes de mais obrigado pela visita ao meu blog.

Esse Briatore é cheio de esquemas. Desde a entrada do Schumacher na Benetton para o lugar do Roberto Moreno, às falcatruas vergonhosas em 1994.

RJ Esportes 10 de setembro de 2009 14:48  

Jéssica, tudo bem? Olha, eu acho que seu ótimo texto merecia um parágrafo sobre o Nelsinho. No fim das contas, ele é tão culpado quanto Briatore. Abraço!

Felipão 10 de setembro de 2009 17:23  

Uma mancha negra na história da categoria. E o esquema de delação premiada vai preservar o Piquet. Uma pena, pois o acho tão culpado quanto o Briatorie ou o Symonds..

Uelton Gomes 10 de setembro de 2009 22:02  

O Briatore colocou uma arma na cabeça do Nelsinho ? Não.. então meu amigo a casa tem que cair para você também. Quanto ao fanfarrão do Briatore... seu passado te condena.

Abraços

Net Esportes 11 de setembro de 2009 09:37  

Acho que já está mais do que na hora do Briatore ser banido da F-1, o Nelsinho tenta escapar de uma punição mas a Renault (tentando escapar de uma punição tb) está processando o Nelsinho e o Nelsão .... assim só resta a própria Renault ser punida ..... o que espero é que ninguém saia sem alguma punição ......

Claudio Henrique 11 de setembro de 2009 12:03  

Mesmo assim tinha que punir o Nelsinho, pois o que ele fez não foi legal, quanto a sua equipe também merece ser punida. A Renault anunciou hoje que vai processar o Piquet, pois se sentiu "chantagiada" com a denúncia feita por ele. Esse assunto ainda vai dar muito o que falar.

abraços

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP