sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Missão Maradona: Superar restrospecto e desorganização tática

Diego Maradona, técnico da seleção Argentina

Realmente é inimaginável para qualquer conhecedor de futebol, a possibilidade da Argentina não ir para a Copa de 2010. Mas como história não garante vaga e Maradona não é Deus, a coisa para os hermanos pode ficar bastante complicada.

A Argentina é a atual quinta colocada das eliminatórias, posição esta que garante uma vaga na repescagem. Porém só restam mais duas partidas, que são contra Peru, último colocado, em casa, e Uruguai, sexto na classificação, fora. Adversários possíveis de serem vencidos, porém se a seleção resolver jogar futebol.

Os números não são nada animadores e Maradona como técnico está mais para fiasco do que para o sucesso. Em seus 9 jogos comandando a Argentina, ele conseguiu somente 5 vitórias, sendo que três delas foram em amistosos, e 4 derrotas. Porém Dieguito não é somente contestado pela sua má campanha, mais também vem recebendo duras criticas quanto à forma de escalar sua seleção.

Contra o Paraguai, mais uma vez Maradona insistiu em colocar dois jogadores de mobilidade, Messi e Agüero, e nenhum centroavante. Esta formação claramente não vem dando certo, pois falta um atacante fixo na área.

Percebendo isso, Maradona coloca Palermo em campo, mas a Argentina continua com problema de se infiltrar na zaga adversária. Eis que Diego coloca Schiavi, zagueiro de 36 anos e jogador mais velho a estrear com a camisa da Argentina, de centroavante. O zagueirão-atacante até tenta ajudar, mas como só vontade não ganha jogo, a seleção da Argentina perde mais uma nessas eliminatórias.

Este foi apenas um exemplo da desorganização tática no time de Maradona. Temos ainda
outros casos, como: a dependência em bolas alçadas na área como principal tentativa de gol, a sobrecarga de Verón nas armações de jogadas, uma zaga fraca e lenta, etc.

Esses defeitos são crônicos na Argentina, que mesmo tendo maior posse de bola em seus jogos não consegue transformar isso em gols. Por isso, se Maradona quiser levar sua seleção para Copa, precisa primeiro começar a aplicar um pouco de ordem tática. Depois, tem que torcer muito para que isso não seja feito tarde demais.

Abraços, Jessica Corais

13 comentários:

Gremista Fanático 11 de setembro de 2009 13:29  

Olá Jessica, quanto tempo? rsrsrs. Pois é menina as coisas pra Argentina não estao boas, e voce descreveu muito bem o que Maradona tem que fazer pra tentar mudar as coisas, que é arrumar essa bagunça tatica que é a Argentina, essa ai do Schiavi no ataque eu não sabia, ele é ruim ate de zagueiro que é sua posição imagina de atacante, rsrsrsrs, mas enfim eu espero que a Argentina se recupere e consiga suas vaga na copa porque eu quero que o Brasil enfrente eles nessa copa pela vingança da copa de 90 quando eles nos eliminaram. Ufa...
Grande beijo.

Saudações do Gremista Fanático

Anderson Santos 11 de setembro de 2009 13:46  

Se eu disser que quero a Argentina no Mundial, estaria mentindo, apesar de alguns muito bons jogadores (Messi e Agüero).

Seu texto explica muito bem a bagunça técnica, mas será que eles não têm ao menos um zagueiro melhor que o Sebá?

Adriano 11 de setembro de 2009 14:24  

É impressionante, Jessica, que a Argentina não consiga montar um time competitivo. Schiavi no ataque é brincadeira... Acredito que o fator Riquelme, no início do trabalho de Maradona, explica um pouco o que está acontecendo alí: problema de clima, de ambiente de trabalho... ouvi dizer que Argentino é um povo orgulhoso, rsrsrs... alí tem problema de vaidades atrapalhando o futebol, pode apostar.

Na Copa do EUA também foram pra repescagem, mas chegaram. Acredito que não vão ficar de fora, e torço para isso. Abs!!

ArgentinaBrasilJuntos 11 de setembro de 2009 16:03  

Jessica, excelente texto!!!
Concordo 100%!!!
Maradona deve trabalhar, fazer táticas, escolher os melhores jogadores (por exemplo, gonzalo higuain), etc.
Para mim é uma pena assistir pela tv os jogos da minha seleção, qualquer time do torneio argentino joga melhor, muito melhor.
Tudo depende como voce diz, "se a seleção resolver jogar futebol". Esperemos boas notícias!
Acho que será repescagem para Argentina.
Muito obrigado pelo excelente texto falando da situação argentina!
Abraços Jessica, desde Buenos Aires!
Sebastián

Publicidade Esportiva 11 de setembro de 2009 18:54  

Maradona naum está realmente à altura como treinador da seleção Argentina, ele naum teve o mesmo talento ou sorte que o Dunga teve!

É mto esquisito isso, pq a seleção da Argentina é taõ boa quanto a nossa seleção brasileira!

Beijussssss

Uelton Gomes 11 de setembro de 2009 19:41  

Enquanto o Sebá compor o miolo de zaga da Argentina, Haja coração para os hermanos. Eu sei que estou falando sofri um bom tempo com Sebá.

Abraços

Leonardo Resende 11 de setembro de 2009 20:03  

Fala Jéssica,

Realmente tudo isso aí que você citou mostra que o Don Diego está mais perdido no comando do que a diretoria do Fluminense!

O pior de tudo é que além disso, Maradona está jogando pelo ralo toda idolatria que a Argentina nutre por ele.

Imagina só como ficaria a relação do país com seu maior ídolo no futebol caso a seleção não se classifique pra copa?

Visite também o Rio Futebol, se puder!

Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com

Munigalo 11 de setembro de 2009 20:09  

Oi Jessica,
O Maradona não serve para ser técnico, ele é muito ruim, a Argentina não tem esquema tático. O Schiavi é muito fraco como zagueiro, como atacante então, sem comentários....
O Riquelme faz muita falta para a Argentina, ele marcam bem e também faz milagra com a bola....
Mas, outro fator é importante, o número de jogadores bons da argentina que são revelados diminuiu muito, tanto que fica difícil renovar a seleção assim...
Quero que a Argentina se classifique, a copa sem ela vai ficar sem graça....rsrs
Abraços

Equipe Esporte Total 11 de setembro de 2009 23:39  

Se olharmos no quesito de a Argentina ser nossa maior rival, 99% da população queria os hermanos fora da Copa, mais tem o outro lado que a Argentina tem historia. Eu prefiro a primeira opção mais pela rivalidade.
Muito bom parabéns pelo empenho.
Abraços
André do blog ET

http://esportetotalbh.blogspot.com/

Fernando Gonzaga 12 de setembro de 2009 00:12  

parabéns pelo seu blog Jessica...

a Argentina vai ter de recorrer ao beom e velho Riquelme se quiser assegurar a vaga ao mundial...desde que ele deixou a seleção, ninguém conseguiu fazer sua função de armador...mas acho que os hermanos não ficam de fora!!!

abraço!!!

Álan leite 12 de setembro de 2009 12:51  

Jéssica,

Parabéns pelo excelente Blog em promeiro lugar.

Quanto a Argentina, bem, a Argentina...deixa pra lá!

Um dia o Maradona teria que pagar por todo mal que fez, e acho que a hora está chegando.

Olha só, te linkei lá no FogoBlog, e também estou seguindo seu Blog, espero trocar muitas informações.

Grande abraço!

Claudio Henrique 12 de setembro de 2009 13:24  

Ta complicado hein El Pibe. Imagino como ficará a cabeça do Maradona se a Argentina não for a Copa.


Abraços

Marcelonso 12 de setembro de 2009 17:14  

Jessica,

Don Diego foi fabuloso com a bola nos pés,mas como tecnico é uma piada.

Eles ainda tem chance,mas será bem apertado.

abraço

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP