segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Na rodadas dos clássicos, tudo sobre as vitórias de Liverpool, Chelsea e Barcelona

Num final de semana recheado de clássicos pelo futebol do velho continente, você confere uma cobertura completa da vitória do Liverpool sobre o Everton, do chocolate do Chelsea em cima do Arsenal, além do triunfo do Barcelona diante do Real Madri.

Everton 0x2 Liverpool

Num jogo mais brigado do que técnico e com um placar até certo ponto enganoso, o Liverpool conquistou uma importante vitória fora de casa, diante de seu principal rival, o Everton, por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Mascherano e Kuyt.

O time de Rafa Benítez mesmo vencendo, fez uma exibição muito abaixo do que era esperado. Teve méritos de fazer um gol logo aos 11 minutos da partida e a partir disso, jogou buscando os contra ataques. O Liverpool tinha como seu ponto forte, o seu lado esquerdo, que era composto por Fábio Aurélio, jogando bem aberto e sem tanta responsabilidade defensiva, Mascherano, fazendo a sobra e Insúa, bloqueando as subidas de Pienaar.

Mesmo assim, o Liverpool jogava muito recuado e o Everton foi pra cima. Aos 31 minutos do primeiro tempo, o resultado dessa pressão, mesmo sem muita eficiência, era refletido na posse de bola: 76% para os donos da casa e 24% para os visitantes.

O Everton, até que buscou o gol e conseguiu marcar duas vezes com o atacante Jô, porém ambos foram muito bem anulados, pois o brasileiro estava impedido.

O Liverpool quase não levou perigo ao gol defendido por Tim Howard. Gerrard, principal jogador dos Reds, esteve apagado durante o jogo. Após as entradas de Riera, no lugar de Fábio Aurélio, e Benayoun, na vaga de Ngog, o time até que melhorou e sacramentou a vitória após o gol marcado por Kuyt.

Arsenal 0x3 Chelsea

Jogando ao melhor estilo Carlo Ancelotti, o Chelsea goleou o Arsenal, seu principal rival londrino, no Emirates Estadium, por 3 a 0, e abriu cinco pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, que é o Manchester United com 33 pontos. O time de Arsene Wenger, está na quarta posição, com 25 pontos ganhos.

O que se viu durante toda a partida, foi um Arsenal pressionando, rodando a bola em busca do gol e um Chelsea, se defendendo com brilhantismo e saindo para os contra ataques, mesmo errando muito na saída de bola.

A principal jogada de ataque do Chelsea, era pelo lado esquerdo, com Ashley Cole jogando em cima de Sagna, e foi por este lado, as jogadas dos primeiros gols da partida. Tanto com Drogba, como também no gol contra marcado por Vermaelen, ambos na primeira etapa.

Já o Arsenal, mesmo tendo maior posse de bola, 56% contra 44%, não era preciso nas finalizações. Em oito chutes no primeiro tempo, apenas um foi para o gol. Já o Chelsea, em seis chutes, dois alcançaram o alvo.

O trio de atacantes do Arsenal, formado por Arshavin, Eduardo e Nasri, se movimentavam bastante e trocaravam muito de posições, porém não conseguiam se infiltrar no excelente bloqueio armado por Ancelotti.

Quando a partida já se encaminhava para o final, Drogba, sempre ele, acertou uma belíssima cobrança de falta, indefensável para o goleiro Almunia e fechou a goleada dos Blues.

Barcelona 1 x 0 Real Madri

Talvez o duelo mais esperado até o momento foi digno da expectativa gerada em seu entorno. Com duas expulsões pra cada lado e com muita vontade de ambas as equipes, o Barcelona, com um gol de Ibrahimovic, que entrou no segundo tempo, venceu o Real Madri, por 1 a 0, e assim ultrapassou seu rival no Campeonato Espanhol.

No primeiro tempo, como já era de se esperar, o Barcelona tinha mais a posse da bola, porém o Real era mais perigoso. Com Higuain, Kaká e Cristiano Ronaldo, o time merengue abusou das triangulações e das jogadas de velocidade e só não chegou ao gol, por conta das belas defesas feitas por Victor Valdés.

Enquanto o Real Madri congestionava o meio de campo, o Barcelona tentava de todas as maneiras se desvencilhar do bloqueio defensivo armado por seu adversário, entretanto sentia muito a falta de um jogador mais de área.

Então, Pepe Guardiola, trocou Henry por Ibra e na sua primeira oportunidade, marcou o gol após um belo cruzamento, do até então apagado e muito bem marcado, Daniel Alves.

A partir daí, o Real tentou chegar ao gol. Criou mais oportunidades que seu adversário, foram 16 chutes ao gol, contra apenas nove do time catalão, porém a maioria deles não tinha endereço certo.

Com a vantagem no placar e tendo mais posse de bola, o Barcelona administrou a vantagem e saiu de campo como vencedor.

Abraço, Jessica Corais

P.S: Recebi o convite e agora, estou fazendo parte do Blog Esquadrão Interativo. Lá, escreverei sobre o Campeonato Inglês. Quem quiser conferir o meu primeiro post, clique aqui

4 comentários:

carol sakurá 30 de novembro de 2009 19:07  

Olá!
Fiquei feliz por você ter retornado a visita!
Adorei o blog e adicionarei o link aos meus favoritos.Ok?

Menina,não é que achei que desse Real Madrid?
Quebrei a cara!rs

Beijão!

Carol Sakurá

Rodrigo Gomides 1 de dezembro de 2009 11:00  

Excelente as análises dos jogos.. Quem não conseguiu acompanhar, como eu, pôde ficar melhor informado...

Como a Carol disse, também achei que iria dar Real Madrid.


www.giropeloesporte.blogspot.com

Fernando Gonzaga 1 de dezembro de 2009 12:21  

barça e real foi o melhor clássico do final de semana...impressionante é o arsenal e sua incapacidade de vencer clássicos...o Liverpool venceu mas não convenceu...

abraço!!

Leonardo Resende 1 de dezembro de 2009 20:18  

Fala Jéssica!

Excelente post! Super completo!!

De todos esses jogos, destaco o confronto espanhol.

Todos esperaram pra ver o "show" dos galáticos e viram o Ibra roubar a cena.

Vendo um jogo como esse me lamento por saber que um craque como ele ficará fora da copa do mundo...

Já o Chelsea vem que nem rolo compressor na Inglaterra, nao tem pra ninguem!

Visite também o Rio Futebol, se puder!

Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP