quinta-feira, 18 de março de 2010

As primeiras impressões da temporada 2010 da Fórmula 1



Muito se especulou, achou e esperou, pelo começo da temporada 2010 da Fórmula 1. Mesmo que ainda seja muito cedo para avaliar algumas coisas, podemos já destacar alguns pontos deste GP de estreia.

No aspecto das escuderias, como já era de se esperar, Ferrari e RBR mostraram que realmente veem neste campeonato para vencer. A equipe italiana mostrou que, mesmo com alguns problemas normais para o início desta temporada, tem um bom carro e dois ótimos pilotos, que disputarão ferozmente o mundial de pilotos.

Já á RBR, mostrou que talvez possa competir de igual para igual com a Ferrari e as outras equipes favoritas, porém para isso acontecer, é necessário dar aos seus pilotos igualdade de condições, já que neste GP, Vettel foi o 4º e com totais chances de ganhar a prova, mas Webber foi apenas o 8º. Além disso, o alemão reclamou que seu carro perdeu potencia e por isso não conseguiu continuar com o mesmo ritmo. Um problema precisa ser consertado para as próximas etapas.

Das outras escuderias, a Mclaren foi apenas mediana. Hamilton viu o terceiro lugar e o pódio caindo em seu colo, após o problema ocorrido com Vettel. Já Button, acabou não conseguindo acompanhar o ritmo de seu compatriota e foi apenas o 7º. Entretanto, este resultado não é de completo desespero para a equipe inglesa.

Outra equipe considerada de ponta, a Mercedes obteve o quinto e o sexto lugares, mas ainda pode melhorar.

As estreantes, Lotus, Hispania, VTR e Sauber, dos oito carros no total, apenas dois completaram a corrida e ambos da Lotus. Jarno Trulli foi o 17º, e Heikki Kovalainen, o 15º. Mas este resultado não chega a surpreender, vide as dificuldade dessas equipes na pré-temporada.

O fim do reabastecimento e a satisfação dos pilotos


Sobre as mudanças ocorridas para esta temporada, o fim do reabastecimento pelo menos surtiu efeito, mesmo que de leve. Visivelmente as equipes se preocuparam bastante com o consumo, inclusive ordenando que seus pilotos passassem a economizar combustível.

Outro fator importante foi o calor do deserto, que também se tornou um problema, tanto que alguns carros sofreram com o motor e a refrigeração.

No final, praticamente todos os pilotos se mostraram, dentro das possibilidades, satisfeitos com o resultado apresentado. Mas todos sabem que precisarão evoluir, já que a temporada é longa e tem tudo para ser muito disputada.



Abraços a todos, Jessica Corais

3 comentários:

Claudio Henrique 19 de março de 2010 12:27  

Alonso se deu bem na primeira corrida da temporada. Com as mudanças na pontuação, reabastecimento e outras coisas, os pilotos terão que voluir mesmo e se adaptar a elas. Tem muito chão pela frente ainda e sorte aos brasileiros, claro.

Abraços

Anderson Santos 19 de março de 2010 15:10  

Jéssica, acho que faltou mais ultrapassagens, briga pelas primeiras posições. Todos esperavam muito mais, mas o que se viu é que sem a possibilidade de estratégias diferentes nos boxes as mudanças de posição diminuíram ainda mais.

Muito legal vai ser a briga entre Alonso e Massa.

Gremista Fanático 22 de março de 2010 15:16  

O começo de temporada é sempre assim, as escuderias ainda procurando as melhores estratégias e as mudanças ainda serão entendedidas pelas equipes de uma maneira melhor, quando isso acontecer com certeza aparecerão novos meios de se buscar as melhores posições, no mais é esperar as proximas corridas e ver quem vai se sair melhor, Alonso já começou com tudo, beijo.

Saudações do Gremista Fanático

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP