quarta-feira, 23 de junho de 2010

Capello muda o time e Inglaterra melhora, mas ainda está longe do que se espera


Ainda não foi aquela Inglaterra que todos imaginavam que seria, nem tudo foi perfeito, mas a seleção de Fabio Capello já mostrou alguma evolução em comparação com as últimas partidas e conseguiu avançar para as oitavas-de-final.

Capello repetiu contra a Eslovênia a formação básica que utilizou nas duas últimas partidas, ou seja, um 4-4-2. Entretanto, se o esquema foi o mesmo, a mudança principal foi nas peças em campo. Milner, que contra os EUA foi o primeiro homem da esquerda no meio de campo, foi deslocado para a direita, no lugar de Lennon, e deu certo. Tanto que foi dele a assistência para o gol de Defoe, que foi titular fazendo dupla de ataque com Rooney, substituindo o inoperante Heskey.

Assim, a linha de quatro no meio de campo inglês fica, na ordem, com Gerrard, na esquerda, Barry e Lampard no centro e Milner na direita.

Não creio que o 4-4-2 seja o esquema ideal da Inglaterra, em função de ser uma formação hoje pouco utilizada nos times destes jogadores e que acaba sacrificando Gerrard e Lampard na marcação. Porém, Fábio Capello dificilmente irá mexer neste esquema.

Um problema que ainda precisa ser resolvido na Inglaterra é a questão do jogador que formará dupla de zaga com Terry. Com Ferdinand machucado e fora da copa, Capello ainda não definiu um substituto. Contra os EUA jogou King, diante da Argélia foi Carragher, já no confronto com a Eslovênia, o titular foi Upson.

Sobre este jogo ainda, teve um fato curioso. A vitória da Inglaterra e o empate entre EUA e Argélia davam a classificação para a Eslovênia e o English Team. Entretanto, exatamente quando acabou este confronto, Donavan marca para a seleção americana e elimina a Eslovênia... Coisas do futebol.

Detalhe: O confonto das oitavas será Inglaterra e Alemanha.

Abraços a todos, Jessica Corais

4 comentários:

Stéfano Bozza 24 de junho de 2010 01:34  

A Inglaterra jogou mal novamente. Só que o adversário não era muito exigente, e mesmo assim foi apenas uma vitóiria magra. Se bem que Argélia, em teoria, era fácil também...
Se não jogar 500% a mais do que vem jogando, a Inglaterra vai passar vergonha contra Özil e cia.

Gabriel Campi 24 de junho de 2010 02:15  

A Inglaterra bem que tentou complicar, mas tanto no Grupo C quanto no Grupo D se classificaram as duas melhores seleções. No C, Inglaterra e EUA, e no D, Alemanha e Gana. Dois jogaços nas oitavas-de-final. O confronto entre ingleses e alemães vai sair faísca!

Abraços.

www.blogfutebolnaveia.blogspot.com

Lucho Cláudio 24 de junho de 2010 10:49  

A Inglaterra (comecei bem? kkk) tem um time muito comum, demais.. demais! Não sei como, um dia, eu cheguei a colocá-los entre os meus favoritos. A mídia tem uma força incrível meeeeeesmo!

Saludos.


[link removido pelo blogger,vixi]

Fernando Gonzaga 24 de junho de 2010 13:19  

a Inglaterra avançou, mas ainda não convenceu...parece que falta algo pra equi´pe engrenar...e olha que só tem craque entre os titulares, com excessão do goleiro...jogando dessa forma não espero muita coisa da equipe inglesa..

abraço!!

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP