terça-feira, 1 de junho de 2010

Red Bull paga o preço por dar asas e seus pilotos jogam fora GP da Turquia

RBR's se tocam e Hamilton ultrapassa

O Grande Prêmio da Turquia de Fórmula 1 era mais uma daquelas corridas onde era, de certa maneira, “previsível” desde o grid de largada. A pole de Mark Webber e o terceiro lugar de Vettel determinava apenas uma corrida um pouco mais trabalhosa para os carros da RBR, já que um “intruso” Lewis Hamilton teimou em colocar seu carro entre eles.

É sabido que por mais que a pista da Turquia seja caracterizada pela velocidade e pelas curvas espetaculares, não é um circuito dos mais fáceis de ultrapassar. Aquele carro que ousar tentar uma ultrapassagem precisa saber do risco que irá correr e Vettel soube na volta 40.

Não vou aqui entrar nos méritos desta ultrapassagem, se foi legal ou não, etc. Porém este capítulo da história da temporada 2010 da Fórmula 1, é emocionante para os telespectadores, e frustrante para a RBR que tinha a corrida nas mãos.

A equipe trabalhou muito para conquistar mais uma dobradinha. Colocou Vettel à frente de Hamilton após a troca de pneus, com uma ajudinha da Mclaren, e mostrou, mais uma vez, que tem um carro excepcional, mas não contava com a disputa ferrenha entre seus pilotos.

Com Vettel fora da corrida e Webber em terceiro, a vitória e a dobradinha caiu no colo da Mclaren.

Porém como nessa prova o tradicional jogo de equipe tão falado na categoria nos últimos anos parece ter ficado de lado, tivemos mais uma intensa briga. Dessa vez entre os companheiros de Mclaren, Hamilton e Button pelo primeiro lugar e que teve direito a arrojo, habilidade e muita categoria de ambos, coisas que faltaram para os pilotos da RBR...

Curtinhas:

* Este foi o GP de número 800º da Ferrari e o saldo foi: Felipe Massa em sétimo, uma colocação à frente de Fernando Alonso.

* Lucas di Grassi, mesmo com todos os problemas do final de semana, conseguiu terminar o GP da Turquia. Apenas ele e o alemão Timo Glock completaram a prova dentre as equipes novatas.

* Michael Schumacher garantiu a quarta posição nesta corrida. Uma posição à frente de seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg.

2 comentários:

Claudio Henrique 2 de junho de 2010 13:30  

Eu vi isso, que trapalhada do Webber e do Vettel. É nisso que o individualismo dá. Enfim, o Webber nem se deu tão mal assim porque ainda está na liderança.

Abraços

Marcelonso 5 de junho de 2010 17:28  

Jéssica,


A Red Bull pode jogar pela janela um titulo que parecia certo.

abraço

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP