segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O título e a glória do homem Sebastian Vettel na Fórmula 1


Chegou ao fim uma das temporadas mais emocionantes, polêmicas e equilibradas da Fórmula 1, pelo menos nos últimos anos. As sempre favoritas Ferrari e Mclaren, ganharam companhia de uma “novata”, a RBR, que comandada pela juventude de Sebastian Vettel, a experiência de Mark Webber, e a genialidade de Christian Horner, conseguiram fazer o melhor carro da categoria.

Desde as primeiras corridas, não demorou muito para percebermos duas coisas que seriam a marca da Red Bull ao longo desta temporada. A primeira é que a equipe montou os melhores carros dentre todos, já a segunda é que ou eles não são tão confiáveis assim ou que tanto Mark Webber quanto Sebastian Vettel “adoram” jogar fora uma oportunidade de vencer.

A superioridade dos carros e as 7 poles consecutivas nas 7 primeiras provas do campeonato, não se refletiram no número de vitórias, obtendo com isso apenas 3. Estes vacilos ou falhas do próprio equipamento, impediram a RBR de abrir uma longa vantagem na competição e ainda permitiu que Ferrari e Mclaren diminuíssem estas desvantagem dentro da pista.

Um campeonato que era para ter sido ganho até com facilidade acabou se tornando difícil. A queda de rendimento da RBR, as desavenças entre seus pilotos e contando também com a categoria de pilotos como Hamilton, Button e Fernando Alonso, campeões mundiais, fizeram com que o mundial ficasse cada vez mais nivelado.

Eis que chega a última prova do campeonato e nada está decidido. O título parecia que iria ficar ou com Fernando Alonso ou Mark Webber, porém acabou sendo premiado o piloto de maior potencial, aquele que desde o início sempre se destacou, mas que, assim como um garoto, brincou com a chance de ser campeão mundial. Entretanto, na hora em que foi necessário, o garoto virou homem, mostrou mais maturidade que Alonso, bi campeão mundial, e Webber, de 32 anos, e venceu o mundial de pilotos.

No final das contas, entre tramóias e deslizes, venceu a justiça. Venceu aquele que obteve 10 poles, 5 vitórias, e que mesmo com sua imaturidade em alguns momentos, fez sua estrela brilhar se sagrou o piloto mais jovem a conquistar o título mundial de Fórmula 1.

Para 2011, Vettel sabe que não poderá cometer os mesmos erros que cometeu nesta temporada e muito menos desperdiçar as chances que desperdiçou. Só resta esperar para saber se ano que vem iremos ver Sebastian como um menino com maturidade de homem, ou um homem com maturidade de menino.

Abraços a todos, Jessica Corais

(Clique aqui e confira a galeria de fotos do título de Sebastian Vettel no site Esporte na Tela)

1 comentários:

Leandro 20 de novembro de 2010 20:24  

Foi uma bela temporada, o título só foi decidi na última prova, além do alto nível técnico dos candidatos ao título.
Vettel mereceu a consagração, Webber também fez uma bela temporada apesar de não ter ido bem na reta final e Alonso fez uma ótima temporada, tirando as lambanças da Ferrari e do destempero na derrota, tinha um carro inferior aos concorrentes, mas mesmo assim teve braço pra seguir na disputa até a última corrida.
Gostei do seu blog, muito bom mesmo. Melhor do que ele só a sua descrição do perfil. Fantástica!
Voltarei aqui mais vezes. Depois dá uma passada lá no meu.
Beijão

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP