terça-feira, 19 de abril de 2011

Lewis Hamilton desbanca Sebastian Vettel e vence o GP da China



Foi até certo ponto inesperado, porém com ajuda do kers, da potência do motor Mercedes e da estratégia, Lewis Hamilton desbancou o favorito Sebatian Vettel e venceu o Grande Prêmio da China de Fórmula 1. Vitória que crava o inglês como um dos principais concorrentes do piloto alemão na luta pelo título mundial.

Ao contrário das outras corridas, Sebastian Vettel, que largou na pole, tinha ao seu lado Jenson Button, na segunda posição e Lewis Hamilton, em terceiro. Com um kers mais potente, as Mclarens não encontraram dificuldades para ultrapassar o carro da RBR e até de certa forma abriram vantagem sobre o piloto alemão.

Ter o kers mais potente e sem apresentar maiores problemas foram apenas um dos fatores que ajudou a Mclaren a diminuir a distância para a RBR. O circuito de Xangai possui uma das maiores retas do campeonato e com o motor Mercedes sendo mais potente que o motor Renault se torna mais uma desvantagem para a equipe de Vettel e Webber.

A estratégia dos carros da Mclaren que pararam três vezes nos boxes ao contrário das duas vezes de Vettel, deu chance de Hamilton o ultrapassar sem grandes problemas nas voltas finais, já que os pneus do carro do alemão já estavam deteriorados.

O GP da China, assim como os da Austrália e Malásia, voltaram a reascender as esperanças de que podemos ter nessa temporada corridas com alto grau de emoção, relembrando os velhos tempos das grandes disputas. São indícios animadores para os amantes de automobilismo.

Curtinhas:

- Parabéns a Fórmula 1 que acertou ao pedir a Pirelli compostos mais macios para esta prova. Se isso dificultou aos engenheiros na estratégia, brindou os telespectadores com mais emoção.

- Superando o problema da asa traseira, Michael Schumacher voltou a ser protagonista, no bom sentido, em alguns momentos da prova. Ganhou cinco posições na largada, disputou posição com Fernando Alonso, etc. Se não é nem de perto aquele alemão dos tempos da Ferrari, mostrou alguns lampejos dessa época.

- O erro de Jenson Button, ao parar nos boxes da RBR, foi uma das imagens mais bisonhas desta temporada 2011. Talvez ele já esteja cavando uma vaguinha na equipe no lugar de Webber... vai entender!

- Ótima prova de Felipe Massa ficando mais uma vez a frente de Fernando Alonso. Segunda vez em três provas.

- Prova ruim de Heidfeld e Petrov, da Lotus Renault, sendo apenas 9 e 12, respectivamente.

- Mais uma prova ruim de Rubens Barrichello, que foi apenas o 13º. Os carros da Williams não corresponde dentro da pista e, por conta disso, a equipe espera estrear um novo pacote aerodinâmico na próxima corrida, na Turquia.

- Superando a falta do kers, Mark Webber lutou contra tudo e contra todos e mesmo largando em 18º conseguiu chegar na terceira posição. Ótima prova do australiano.

Abraços a todos,
Jessica Corais

2 comentários:

Marcelonso 20 de abril de 2011 09:41  

Jéssica,

A principio estava em dúvida sobre as novidades, o puritanismo me dizia que artificialismo não valia.

Mas analisando bem, se esse é o preço para ter emoções em circuitos enfadonhos, vale a pena.

Puritanismo te vejo no ano que vem!

abs

Anderson Santos 21 de abril de 2011 20:36  

Jéssica, para esta corrida valeu até a pena ter tido insônia do sábado para o domingo. O problema do kers na RBR acaba equilibrando o campeonato; já a Ferrari ter problemas com túnel de ar é bizonha para uma equipe com tanto dinheiro. Massa andou muito no domingo e merecia um resultado melhor. Sobre Barrichello, a Willians não o permitia nem cair de posição nem avançar. Carro pior que o do ano passado.

  © Blogger template 'Solitude' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP